quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Estudo na epístola de Judas

Introdução:

<!Quem é o autor? Há na Bíblia cinco pessoas com esse nome:
<!1.   At.5.37 – Judas galileu
<!2.   At.9.11 – Judas de Damasco
<!3.   At.15.22 – Judas Barsabás
<!4.   Mt.26.14 – Judas Iscariotes
<!5.   Mt. 13.55 – Judas irmão de Jesus
Este último é o autor da epístola. Jo.7.5 diz que no início os irmãos de Jesus não creram nele. Agora ele é defensor do evangelho e se declara servo de Jesus e irmão de Tiago.
<!A quem ele escreveu? “aos amados de Deus” é uma saudação muito geral que indica uma carta universal e circular. Deveria ser lida por todos os crentes de vários lugares. Sobre o povo de Deus ele destaca 3 cousas:
1.       São chamados por Deus Rm.1.7 São amados por Deus Ef.2.4- 6  São guardados por Deus Jo.10.28-29
<!Porque escreveu?  Três motivos principais:
1.      Quase todos os comentaristas concordam que esta carta foi escrita para combater a heresia gnóstica que floresceu no segundo século e espalhou-se por toda a Ásia. Defendiam a imoralidade ou ascetismo do corpo, a morte não expiatória de Jesus. Estes ensinos traziam certo encantamento aos crentes pervertendo seus corações. Judas procura trazê-los de volta ao evangelho apostólico.
2.      Também os encorajou a lutarem contra o falso ensino e falsos mestres.
3.       Por último, quis consolar os verdadeiros crentes.
<!V.2 – Desejou multiplicação de bênçãos sobre os crentes: Misericórdia, paz e amor.
Esboço:
<!Saudação: v.1-2
<!Propósito central da carta: v.3-4
<!Exemplos históricos de apostasia: v.5-7
<!Descrição dos hereges gnósticos: v.8-13
<!A condenação dos gnósticos: v.14-16
<!Advertências apostólicas: v.17-19
<!Os verdadeiros crentes triunfarão: v.20-23
<!A benção: v.24-25
Lições:
<!Percepção das necessidades do povo de Deus: v.3 – quis escrever sobre um assunto (salvação) e percebeu que a necessidade era outra (apologética).
<!Judas é um líder diligente e exemplar. Pastoreou com responsabilidade o rebanho de Deus. V.3a
<!Judas era conhecedor da comum salvação e do verdadeiro evangelho. V.3b
<!Judas não foi um líder omisso. V.3c
<!Judas era um defensor da verdadeira fé. V.3d
<!Judas era conhecedor dos desafios que teriam pela frente, o que mostra seu zelo. V.3d, 4
<!A heresia não é cousa nova. Exemplos na história:
<!V.5 – rebeldes de Israel
<!V.6 – anjos que não guardaram seu estado original
<!V.7 – cidades apóstatas

<!Modo de ação: v.8-10
<!Contaminam a carne
<!Rejeitam governo
<!Difamam autoridades
<!V.14-16 - ler

<!Metáforas descritivas dos hereges: v.11-13
<!Seguidores de Caim
<!Seguidores do erro de Balaão
<!Sofredores da punição de Coré
<!Rochas submersas
<!Dissolutos
<!Pastores que se apascentam
<!Nuvens sem água
<!Árvores sem frutos
<!Ondas bravias
<!Estrelas errantes

<!V.17-25 – O proceder da Igreja:
<!Edificar-se
<!Orar
<!Guardar-se no amor de Deus
<!Exercer compaixão com os duvidosos e procurar convencê-los
<!Fugir da contaminação
<!O proceder de Cristo – v.24-25

Nenhum comentário:

Postar um comentário